terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Feliz 2014...

Vem aí um ANO NOVO. Então, respire fundo... Receba as novas energias... E esteja pronto para novos pensamentos... Afinal, este será o melhor ANO de sua VIDA. Então deixe que o seu coração se encha de paz.. E que o amor invada sua alma... Não espere apenas um BOM ANO. Abrace o Grande ANO. Reflita sobre tudo o que passou. Aprenda com o que viveu. Ressignifique... E revigore suas expectativas. Afinal, vem aí Um NOVO ANO cheio de oportunidades. Que ele seja afortunado... Que prevaleça o perdão ... Que você sorria 365 dias, sem perder o fôlego E que a cooperação seja tão comum quando dormir e acordar. E que a cada amanhecer você seja grato por estar vivo, E por poder recomeçar... E assim, sinta a felicidade irradiar a sua vida... E tenha a certeza de que neste NOVO ANO, tudo de bom, será ainda melhor! autor: Deivison Pedroza

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Feliz Natal

Quisera
SenhO, neste Natal
arma uma árvOre e nela
pendurar, em vez de bOlas,
Os nOmes de tOdOs os meus amigOs
Os amigOs de lOnge, de pertO, os antigOs
e Os mais recentes, os que vejO a cada dia e Os
que raramente encOntrO. Os sempre lembradOs e
Os que as vezes ficam esquecidOs. Os constantes e Os
intenitentes. Das hOras difícieis e os das hOras alegres.
Os que, sem querer, eu magOei, ou sem querer me magOaram
Aqueles a quem cOnheçO prOfundamente e aqueles de quem cOnheçO
apenas aparência. Os que poucO me devem e aqueles a quem muito devO.
Meus amigOs humildes e meus amigOs impOrtante. Os nOmes de tOdos Os
que já passaram pela minha vida.Uma árvore de raíz muito profundas para
que seus nOmes nunca sejam arrancados do meu coração. De ramOs muitO
extenso para que novos nOmes vindOs de todas as partes venham juntar-se
aOs existentes. Uma árvOre de sOmbras muitO agradáveis para
que nossa amizade,
seja um momento de
repouso nas lutas da vida.
Que o Natal esteja vivo em cada dia do Ano que
se inicia para que possamos juntos viver o amor.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Tecnologias em prol do SUS

Um novo teste rápido de aids realizado por fluido oral estará disponível no Sistema Único de Saúde - , a partir de março de 2014.
O resultado sai em até 30 minutos. A portaria que normatiza a medida foi publicada nesta quarta-feira (18) pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.
O novo diagnóstico será ofertado para a população em todas as campanhas do Fique Sabendo, nos serviços do SUS que atendem as populações vulneráveis e nas farmácias da rede pública, a partir do segundo semestre do próximo ano.
Testes com essa metodologia, que possuírem registro na Anvisa, também poderão ser vendidos em farmácias da rede privada.
Para maiores informações Click aqui.
Fonte_Portal da Saúde

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Profissão - Enfermagem

A enfermagem se divide em diversas funções básicas e suas especializações contam 11 (onze) áreas básicas de atuação, como a enfermagem em centro cirúrgico, saúde do idoso, saúde no trabalho, resgate, pediatria e terapia intensiva, todas regulamentadas pelo Conselho Federal de Enfermagem - COFEN.

A categoria ainda não tem piso salarial definido por lei, embora tramite um Projeto de Lei 2573/2011 com esta finalidade. As faixas variam muito de Estado a Estado e entre o serviço público e o privado. Mas, além das diferença entre as atividades que exercem, esses profissionais também se diferenciam por seu nível de formação, que varia desde um curso livre, até o pós doutoramento, passando pelos cursos de bacharelado.

O auxiliar de enfermagem aprende, em um curso de um ano de duração, sobre os cuidados básicos de higiene e alimentação e estará apto a prestar assistência a pacientes de baixa e média complexidade, podendo exercer a profissão em laboratórios, clínicas médicas, ambulatórios e maternidades. O salario deste profissional pode variar entre R$ 680,00 e R$ 2.600,00.

O técnico de enfermagem estuda um ano e meio e aprende a lidar com pacientes de média e alta complexidade, fazer curativos e pequenas intervenções, podendo atuar em unidades de terapia intensiva (UTI), centros cirúrgicos, obstétricos e UTI neonatal. O rendimento mensal começa em R$ 880,00 e pode chegar a até R$ 3.900,00.

O enfermeiro está apto a prestar assistência direta a pacientes graves e realizar procedimentos de maior complexidade, supervisionar auxiliares e técnicos e liderar equipes de atendimento. Este profissional deve ter graduação de quatro anos, pode cursar especializações e seu salário varia muito, desde R$ 2.500,00, podendo chegar a R$ 16.000,00 mensais.

Há também, em alguns hospitais e centros de atendimento de saúde, a figura em extinção do atendente de enfermagem. Este profissional tem o ensino fundamental completo e somente colabora em atividades de apoio para a assistência aos pacientes, ações de fácil execução e situações de rotina. Entretanto, em 1995 o COFEN (Conselho Federal de Enfermagem) divulgou uma resolução que desautoriza a função deste profissional, permanecendo no cargo apenas aqueles que já estavam em atuação antes de 1986, ainda assim, somente mediante autorização do Conselho.

Enfermagem em dados Segundo dados do COFEN, em 2011 o Brasil tinha um total de 1.856.683 profissionais de enfermagem, sendo 346.968 enfermeiros (18,69%), 750.205 técnicos (40,41%), 744.924 auxiliares (40,12%), 14.291 atendentes (0,77%) e duas parteiras (0,0001%).

A Organização Mundial de Saúde - OMS estabeleceu em 2006 que o número ideal é de um profissional de enfermagem para cada 500 habitantes (1:500). No Brasil, a quantidade agrupada tem a proporção de 3,8 profissionais de enfermagem para cada 500 habitantes – acima do recomendado pela OMS. Porém, verifica-se que a categoria dos enfermeiros não atinge essa proporção, enquanto as demais categorias apresentam resultados acima do recomendado. Dados de 2005 da Organização Panamericana de Saúde - OPS, no entanto, alertam para a má distribuição dos trabalhadores no país. A região Sudeste, mais populosa, é também onde se encontra o maior contingente de profissionais da enfermagem, 52,3% da força de trabalho do território nacional. Ficando outras regiões, como o sertão e o agreste com um deficit de profissionais qualificados. Fonte_Blog Enfermagem 30 horas

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Concursos...

A autorização para o concurso da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) pode sair a qualquer momento. O pedido encontra-se no Ministério do Planejamento, desde o último dia 27, no gabinete do ministro. Está é a última etapa do procedimento. Sendo assim, é bem provável que a autorização seja concedida nos próximos dias. Já o pedido para realizar a seleção do Instituto Nacional de Câncer (Inca) está tramitando no Ministério do Planejamento, e segundo a Assessoria de Imprensa do instituto somente quando a solicitação for aprovada o Inca dará andamento aos preparativos. A expectativa é que a seleção não demore a ser autorizada, para que os terceirizados da Fundação Ary Frauzino possam ser substituídos. Os cargos que serão contemplados já foram definidos e encaminhados à Coordenação Geral de Gestão de Pessoas do Ministério da Saúde para avaliação, segundo informou a assessoria, e deverão ser informados em breve. Está definido que o concurso será para carreiras de ciência e tecnologia. Outro concurso em pauta é o da Fundação Saúde, com 137 vagas previstas. Segundo a assessoria da fundação, o concurso pode sair a qualquer momento. As oportunidades serão destinadas a cargos de níveis médio e superior, de acordo com o secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes. Porém, ainda não há a definição das funções. A última seleção tem validade somente até março do ano que vem, e teve oportunidades para enfermeiros e técnicos em enfermagem. Os novos funcionários deverão atuar em hospitais de urgência e emergência, institutos de saúde, UPAs ou Samu.

sábado, 7 de dezembro de 2013

Nelson Mandela

Nascemos para manifestar a glória do Universo que está dentro de nós. Não está apenas em um de nós: está em todos nós. E conforme deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo. E conforme nos libertamos do nosso medo, nossa presença, automaticamente, libera os outros.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Menos SAL....

Acordo voluntário celebrado entre a indústria brasileira de alimentos e o Ministério da Saúde começa a estabelecer mecanismos de redução do teor de sódio nos alimentos industrializados. Essa medida, negociada, em quatro rodadas de entendimentos, irá atender à saúde pública e, ao mesmo tempo, à produção industrial. Se o País seguisse as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e os brasileiros as colocassem em prática, haveria redução de 15% nos óbitos causados por acidentes vasculares cerebrais (AVC), 10% nas mortes por infarto e no número de 1,5 milhão de pessoas que necessitam de medicamentos para controlar a pressão alta. A maioria dessas consequências decorre do excesso de consumo de sal nas refeições, ingestão diária que alcança 12 gramas de sódio, quando o limite máximo recomendado pela OMS é de 5 gramas. Também não adiantaria a aplicação e medidas punitivas contra os produtores de alimentos, quando há caminhos mais objetivos para tanto, como as rodadas de entendimento. Pelas informações das indústrias, os protocolos negociados irão permitir a retirada de 28 mil toneladas de sódio dos alimentos até 2020. O acordo celebrado entre o Ministério da Saúde e a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos abrange 16 categorias de alimentos, variando de massas instantâneas, pães e bisnagas até cereais matinais, biscoitos e maionese. Dividida por blocos, a diminuição do sódio, durante o processo industrial, alcançará os laticínios (requeijão e queijo mussarela), embutidos (empanados, hambúrgueres, linguiças, salsichas, mortadelas e presuntos) e sopas prontas. Essas três categorias deverão contribuir com a redução de 68% dos teores de sal nos próximos quatro anos. Esse acordo tácito almeja minimizar o crescimento das doenças crônicas não transmissíveis, de modo especial, a hipertensão. A última sondagem nacional feita pelo Ministério da Saúde identificou na população brasileira índice de 24,3% de portadores de hipertensão arterial. Esse conjunto de providências anunciadas objetiva, ainda, proporcionar quatro anos a mais de expectativa de vida aos hipertensos. Além do excesso do sódio contido nos alimentos, há também o velho costume de se adicionar o sal à comida nas residências e nos restaurantes. Estima-se ser esse consumo adicional maior quando comparado com a dosagem de sódio dos alimentos industrializados. Por essa decisão negociada, imagina-se o quanto ainda há, no mercado de alimentos, para ser ajustado às condições de saúde da população consumidora. Outra providência aprovada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar diz respeito à garantia de cobertura de 87 tipos de tratamento assegurados aos usuários dos planos de saúde. A decisão incorporou, com vigência a partir de 2 de janeiro do próximo ano, 37 medicamentos orais para tratamento de câncer. Essa medida se estende a 42,5 milhões de usuários da assistência médica dos planos de saúde e a 18,7 milhões de consumidores de planos exclusivamente odontológicos. Para a ANS, o aumento da cobertura obrigatória não deverá refletir em aumento de preços dos serviços contratados. A relação entre essas empresas de saúde eletiva e seu público-alvo tem sido conturbada, em razão da recusa de cobertura de serviços contratualmente obrigatórios. As medidas anunciadas miram corrigir as distorções e buscar o cumprimento das obrigações legais.
Fonte_ Blog da Enfermagem

Campanha

Campanha