quinta-feira, 12 de março de 2015

FIQUEM ATENTOS!

Grupo de Trabalho instituído para estabelecer a logística de distribuição das carteiras profissionais em 2015 se reuniu nesta quarta-feira (11/3) na sede do Conselho Federal de Enfermagem - COFEN. Com cerca de 1,8 milhão de profissionais, a Enfermagem é a maior categoria da área de Saúde no Brasil, respondendo por 60% da força de trabalho.
Os documentos emitidos até 31/12/2010 expiram em 1º/1/2016, devendo ser substituído até o final de 2015. Coordenado pela conselheira federal Fátima Sampaio, o grupo é composto pela chefe do Departamento de Registro de Cadastro (DRC), Nilza Felix, e pelos representantes de Conselhos Regionais Rafael Santos (Coren – SP), Luciene Almeira (Coren – MG), Demarie Gonçalves (Coren – RJ) e Adjone Gomes (Coren – PB).
Fonte_COFEN

NA LUTA....

O Projeto de Lei 2.295/2000, que regulamenta a jornada de trabalho dos profissionais de Enfermagem em 30 horas semanais, foi o mais pedido de fevereiro na Central de Comunicação Interativa da Câmara dos Deputados, o Disque-Câmara (0800 619 619). Foram 3.956 manifestações favoráveis ao projeto. Só em fevereiro, houve 13.767 manifestações pelo telefone e pelo formulário “Fale Conosco” do portal da Câmara. O número representa um aumento de 90,9% na participação popular em comparação a fevereiro de 2014, quando foram recebidas 7.211 demandas dos cidadãos.
A Central Interativa é responsável pela primeira linha de atendimento aos cidadãos, ou seja, recebe e responde as demandas imediatas, faz a triagem de todos os assuntos e encaminha as mensagens que precisam de atendimento mais específico – como denúncias e pesquisas mais detalhadas – para outras áreas da Câmara. Em 2014, um ano considerado atípico por causa da Copa do Mundo de Futebol e das eleições, foram atendidas 111.736 demandas da sociedade.
Fonte_COFEN

sábado, 7 de março de 2015

Parabéns

Um aroma suave
exalou das mãos do Criador,
quando seus olhos contemplaram
a solidão do homem no Jardim!
Foi assim:
o Senhor desenhou
o ser gracioso, meigo e forte,
que Sua imaginação perfeita produziu.
Um novo milagre:
fez-se carne,
fez-se bela,
fez-se amor,
fez-se na verdade como Ele quer!
O homem colheu a flor,
beijou-a, com ternura,
chamando-a, simplesmente,
Mulher!


domingo, 1 de março de 2015

SUS nas cidades brasileiras

Índice de Desempenho do SUS - IDSUS é calculado pelo Ministério da Saúde para avaliar a qualidade do sistema público de saúde de todos os municípios brasileiros, com base em vários indicadores, como a porcentagem de mulheres que fazem mamografias e das mães que realizam o pré-natal.
O índice foi divulgado pelo governo no ano de 2013 e deve sair novamente agora em 2015. Até lá, permanece como o melhor retrato comparativo da problemática área da saúde no país.
Mas se sair bem no IDSUS - com notas acima de 7, enquanto o Brasil se contenta com uma média de 5,47 -  não quer dizer que as cidades abaixo sejam perfeitas ou que necessariamente tenham instalações médicas de ponta, e sim que conseguem garantir o acesso de seus cidadãos à saúde considerando as limitações do próprio tamanho.
Como algumas cidades têm de atender duas mil pessoas (como Arco-Íris) e outras, mais de um milhão (como Goiânia), o índice têm cobranças diferentes. Das pequenas, espera-se uma atenção básica que cubra toda a população; já das grandes, que ofereçam mais, como equipamentos de alta complexidade – o que só faz sentido com a demanda de uma cidade maior - e que aguentem, por isso, atender pacientes de outras localidades.
Os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais concentram os 10 primeiros lugares do Brasil, sendo que, além desses, apenas Santa Catarina, Paraná e Tocantins conseguem ter municípios na lista de excelência do país.
PosiçãoCidadeEstadoNota IDSUS
1Arco-ÍrisSP8,37
2PinhalRS8,22
3BarueriSP8,21
4RosanaSP8,17
5Cássia dos CoqueirosSP8,13
6Paulo BentoRS8,13
7São João Batista do GlóriaMG7,94
8Santa Rita d'OesteSP7,94
9VirmondPR7,93
10AltinópolisSP7,89
11PardinhoSP7,89
12Três FronteirasSP7,83
13Águas MornasSC7,82
14Ipiranga do SulRS7,82
15Campo BonitoPR7,81
16RubinéiaSP7,80
17Santana da Ponte PensaSP7,80
18BorebiSP7,79
19Porto BarreiroPR7,78
20Lindolfo CollorRS7,78
21Flor da Serra do SulPR7,77
22Fernandes PinheiroPR7,75
23Paulo LopesSC7,75
24Governador Celso RamosSC7,73
25ModeloSC7,73
26Nova RamadaRS7,73
27Presidente KubitschekMG7,72
28MacieiraSC7,72
29TigrinhosSC7,72
30Santo Antônio do PalmaRS7,72
  
PosiçãoCidadeEstadoNota IDSUS
31CarmésiaMG7,71
32MarinópolisSP7,70
33PitangueirasPR7,69
34AnhembiSP7,68
35Santa Izabel do OestePR7,68
36Santo Amaro da ImperatrizSC7,68
37Rio Bonito do IguaçuPR7,67
38Nova Aliança do IvaíPR7,65
39Rio FortunaSC7,65
40MuliternoRS7,65
41RoladorRS7,65
42SulinaPR7,64
43Entre Rios do SulRS7,64
44Alvorada de MinasMG7,63
45Bom Sucesso do SulPR7,63
46VitorinoPR7,61
47Dom Pedro de AlcântaraRS7,61
48Santo Antônio do PlanaltoRS7,61
49Oliveira de FátimaTO7,60
50São FranciscoSP7,60
51Tio HugoRS7,60
52CardosoSP7,59
53Santa Fé do SulSP7,59
54Lajeado GrandeSC7,59
55Mato LeitãoRS7,59
56Victor GraeffRS7,59
57AlpinópolisMG7,58
58LucianópolisSP7,58
59LunardelliPR7,58
60Flor do SertãoSC7,56
61São Pedro de AlcântaraSC7,56
62GuaraciamaMG7,54
63Santa Clara d'OesteSP7,54
64Vitória BrasilSP7,54
65Pinhal de São BentoPR7,54
66Águas de ChapecóSC7,54
67ÁureaRS7,54
68Capivari do SulRS7,54
69ItáSC7,53
70PontalindaSP7,52
PosiçãoCidadeEstadoNota IDSUS
71Simão PereiraMG7,51
72IndiaporãSP7,51
73GuamirangaPR7,51
74MaremaSC7,51
75São Pedro do ButiáRS7,51
76São José da BarraMG7,50
77ErnestinaRS7,50
78FaxinalzinhoRS7,50
79São José do InhacoráRS7,50
80Coronel PachecoMG7,49
81MostardasRS7,49
82Nova AlvoradaRS7,49
83IguatuPR7,48
84Rosário do IvaíPR7,48
85Coqueiros do SulRS7,48
86Morro da GarçaMG7,47
87JupiáSC7,47
88Santo Antônio do ItambéMG7,46
89Onda VerdeSP7,46
90PlanaltoPR7,46
91AdolfoSP7,45
92Nova Canaã PaulistaSP7,45
93BrunópolisSC7,45
94CajuriMG7,44
95MiradorPR7,44
96Coronel MartinsSC7,44
97Iporã do OesteSC7,44
98Mira EstrelaSP7,43
99Planalto AlegreSC7,43
100Dezesseis de NovembroRS7,43
Fonte_Marcos Prates, Exame.com

Campanha

Campanha