sábado, 14 de abril de 2012

Bom Senso? mais, 13 anos!

A deputada Perpétua Almeida (PCdoB) está cobrando o compromisso assumido pela Câmara Federal para votar a redução da jornada de trabalho dos enfermeiros, de 40 para 30 horas. Desde 2009, o projeto está pronto para ser votado pelo Plenário.
A parlamentar acreana se juntou aos 5 mil trabalhadores que, apoiados pelas centrais sindicais e demais profissionais de saúde, ocuparam as dependências do Congresso Nacional esta semana.
“Foi criada uma expectativa muito grande aos trabalhadores para votar o projeto em regime de urgência. Ou cumprimos o combinado, ou poderemos ser responsabilizados pelo pior”, disse a deputada referindo-se à ameaça de greve geral da categoria previsto para o próximo dia 15.”A paralisação pode ser evitada. Basta que haja bom senso”, afirmou.
“Se os líderes não colocarem o projeto na pauta, a enfermagem vai parar”, sustentou a presidente da Federação Nacional de Enfermagem (FNE), Solange Caetano.
A categoria não vê outra saída a não ser cruzar os braços, ainda que o transtorno nos centros, postos, hospitais e demais unidades de saúde seja inominável.
Para Perpétua, uma vez que a Câmara se comprometeu em votar o projeto assim que houver “uma janela”, a melhor estratégia consiste em liberar a pauta, que está trancada por medidas provisórias. A deputada lembra que o PCdoB assinou o documento subscrito por parlamentares de vários partidos, e levado ao presidente da Câmara, como forma de pressionar o colégio de líderes.

Fonte_AC 24hs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Campanha

Campanha